20170723_200743790_iOS

A quase três meses atrás tive a oportunidade de ir a uma palestra do Márcio Fernandes, CEO da Elektro , e no começo de suas palavras comecei a ver nele um viés de Jesus Cristo, pois as coisas como ele dizia aparentavam ser muito difíceis de serem implementadas em uma organização empresarial. Mas aos poucos ele foi abrindo mais seu coração e mostrando os resultados impressionantes de sua empresa e de sua gestão e principalmente a “Felicidade” das pessoas em trabalharem com sua nova filosofia focada em pessoas, comprovada por ser eleita pela 3ª vez a melhor empresa para se trabalhar na América Latina.

Depois de ouvir sua palestra fui sorteado ao ganhar um livro escrito por ele, do qual a capa se encontra no header desta página. E ao começar a ler, a cada página que eu virava via como as coisas surgiram durante a vida dele e como seu caráter e personalidade foram se montando aos longos dos anos profissionais e pessoais. E vi que sim é muito possível fazer com que as pessoas sejam felizes em seus empregos e desta forma consigam ser mais produtivas e inovadoras…

Os main points de seu livro são: […]

senna2

Não importa qual profissão você esteja pleiteando, não importa quão difícil seja o mercado de trabalho, se você for o melhor sempre terá emprego e sempre crescerá… Essa forma de pensar é o que meu pai dizia À mim e eu tenho repassado isso a todos que me pediram algum conselho profissional.

Depois de alguns anos trabalhando e tendo este lema (acima) em minha vida, desde meu tempo de professor universitário algumas pessoas tem me abordado para conselhos profissionais e tenho começado minhas frases com o mesmo conteúdo de meu primeiro parágrafo e tenho pontuado os seguintes pontos abaixo para completar:

  1. Você precisa ser feliz no que faz, e assim você consegue se dedicar com amor no que faz; (Você não pode odiar ou não gostar definitivamente, por que isso te levará ao fracasso…)
  2. Para ser o melhor você precisa se superar e ter todas as qualidades que todos possuem e mais algum diferencial;
  3. Você deve entender que sempre haverão melhores que você em algum aspecto, e admitindo isso você enxergará qualidades nos outros que você deverá melhorar;
  4. Você precisa entender que as coisas mudam e você deve se adaptar rapidamente as condições adversas;
  5. Crie alianças que te ajudem a subir, mas não dependa delas exclusivamente, pois um dia poderá perder elas de uma hora;
  6. Busque conhecimentos em outras áreas, adaptando idéias de outros campos em seu ambiente;
  7. Ouça mais e fale menos;
  8. Tenha em mente que você nunca agradará à todos e assim sendo tome decisões que foquem em seu crescimento, sempre com ética;
  9. Se interesse por pessoas fora do seu padrão de vida e de conversas fora do seu normal convívio, isso lhe fará entender que pessoas sempre possuirão pontos de vistas distintos;
  10. Seja paciente, entenda que nada acontecerá sem trabalho árduo e no tempo certo de tomar as decisões.

Todos os itens acima são genéricos e podem ser aplicados em qualquer área…

20151225_203320998_iOS

O que se passa em nossa cabeça quando temos que tomar uma decisão em frações de segundo? Sim, pense como reagiria em situações de perigo, assim como um confronto frente à frente a um policial e um aparente inimigo que pode mata-lo ou não, caso ele decida não atirar… Isso em um desfecho de 1 segundo. Agora pense em situações corriqueiras de como seu rápido julgamento pode te levar ao acerto ou a um erro crucial.

O livro trata da forma como somos influenciados por ambientes externos e também como nossas raízes, preconceitos e experiências podem nos ajudar ou podem atrapalhar a forma como tomamos nossas decisões diárias:

1 – Thin Slice

Existem formas de pensar e todos nós quando nos deparamos com alguns desafios quebramos em pedaços os problemas para sermos mais assertivos e nesta parte do livro o escritor lista um grupo de pesquisadores que através de vários estudos das faces e trejeitos humanos e a forma de falar, conseguem reconhecer se um casal está bem relacionado, se está à beira do abismo ou até mesmo chegando nele. […]

Fundo Jobs 2

Numa sala de aula em pleno sábado ensolarado ao meio-dia, alunos sentados em carteiras posicionadas em formato de “U” estão em uma aula de preparação para a prova de certificação FCE de inglês.

Todos os alunos conversam fluentemente, e eu observo cada um deles atentamente, cada um com trejeitos distintos e risadas largas e felizes por estarem em pleno meio-dia (de um sábado) numa sala de aula. Eles, sem exceção alguma, estão preocupados com o futuro e também com os rendimentos futuros e também com a importância da certificação para o futuro profissional.

Se estes dois parágrafos te deram a impressão que todos dentro da sala de aula são empresários ou gestores, talvez você esteja certo se estivesse falando deles a daqui 15 ou 20 anos, pois todos eles com a minha exceção e a da professora tinham no máximo 15 anos, eu prestes a fazer 29 anos não me imaginava estar numa sala com tantos alunos juvenis possuindo tanta preocupação e vontade de querer ganhar dinheiro e/ou serem pessoas de sucesso.

[…]